Arquivo da tag: doença

Chás Para Doenças Cardíacas e Derrames

Chás Para Doenças Cardíacas e Derrames. Os chás são produzidos a partir de ervas, folhas e raízes. Eles  podem ser preparados de diversas formas. Geralmente são utilizados para cura de vários tipos de doenças. Os resultados são realmente significativos. Para tanto hoje que apresentar dicas de alguns chás que são eficazes contra doenças do coração e AVC. Afinal, ela é mais conhecido como terrível derrame. Então se liga aí nas dicas.

Chás-Para-Doenças-Cardíacas-e-Derrames

Chás Para Doenças Cardíacas e Derrames

Chás Para Doenças Cardíacas e Derrames

Recentemente foi feito uma pesquisa no Charite Hospital da Universidade de Berlim, na Alemanha. Os  pesquisadores descobriram que o leite elimina os efeitos benéficos do chá para a proteção contra doenças cardiovasculares. Alguns estudos apontam que o chá preto  é antioxidante e neuroestimulante.

Para quem deseja prevenir doenças cardíacas e derrames os tipos de chás que podem ser utilizados é o chá verde e o chá preto, eles devem ser preparados com água quente para que seja aproveitada todas as suas propriedades. Comece a consumir esses tipos de chás diariamente e previna esses tipos de doenças citadas e tenha uma vida mais saudável.

CID Médico – Classificação de Doenças – CID 10

CID Médico – Classificação de Doenças – CID 10. O CID – Código Internacional a Doença tem por objetivo indicar um determinado tipo de doença bem como seus sinais, sintomas, queixas e outros fatores. Cada doença possui uma categoria que corresponde a um determinado código de identificação. O código de cada doença instituído pela Organização Mundial de Saúde é válido para todos os países.

CID Médico - Classificação de Doenças

CID Médico – Classificação de Doenças

CID Médico – Classificação de Doenças

Se você possui você possui alguma doença e deseja saber a  classificação da mesma confira abaixo alguns códigos:

I A00-B99 Algumas doenças infecciosas e parasitárias
II C00-D48 Neoplasmas (tumores)
III D50-D89 Doenças do sangue e dos órgãos hematopoiéticos e alguns transtornos imunitários
IV E00-E90 Doenças endócrinas, nutricionais e metabólicas
V F00-F99 Transtornos mentais e comportamentais
VI G00-G99 Doenças do sistema nervoso
VII H00-H59 Doenças do olho e anexos
VIII H60-H95 Doenças do ouvido e da apófise mastóide
IX I00-I99 Doenças do aparelho circulatório
X J00-J99 Doenças do aparelho respiratório
XI K00-K93 Doenças do aparelho digestivo
XII L00-L99 Doenças da pele e do tecido subcutâneo
XIII M00-M99 Doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo
XIV N00-N99 Doenças do aparelho geniturinário
XV O00-O99 Gravidez, parto e puerpério
XVI P00-P96 Algumas afecções originadas no período perinatal

Doença de Cachorro em Humanos

O cachorro é um dos animais mais domesticados atualmente, há uma grande variedade de raças com tamanhos, pelagem e comportamento variados dando a oportunidade das pessoas escolherem a raça que mais agradar. Assim como os humanos os cães precisam de cuidados especiais para que não fiquem doentes quando acometidos por certas doenças.

Doença-de-Cachorro-em-Humanos

Como os seres humanos os cachorros são vítimas de doenças como depressão, mal de Alzheimer, resfriado e problemas de envelhecimento como perda da visão e audição, artrite e mudanças de comportamento além de outras diversas doenças que podem diminuir os seus dias de vida.

É importante você que cria cachorros ou qualquer outro tipo de animal de estimação saber que eles são transmissores de doenças aos seres humanos quando não são devidamente cuidados, essas doenças dependendo da intensidade podem levar um ser um humano a óbito.

São várias as doenças que podem ser transmitidas para o ser humano através dos animais como: Larva Migrans Cutânea, Dipilidiose, Dirofilariose, Toxoplasmose, Leptospirose, Campilobacteriose e Salmonelose, Dengue e Febre Amarela, Teníase e Cisticercose, Raiva, Esporotricose, Dermatomicose e outras doenças.

Exame Papanicolau Para Que Serve?

Os exames são procedimentos importantes que detectam eventuais anomalias em nosso corpo e seu objetivo é fazer a prevenção de determinadas doenças que podem nos prejudicar no futuro, como sempre é dito é melhor prevenir do que remediar, um dos exames que deve ser feito é o Papanicolau que é de grande importancia.

Papanicolau

O Papanicolau é um exame que foi criado pelo médico grego Geórgios Papanicolau que é considerado o pai da citologia. Esse exame tem por objetivo a prevenção do câncer de colo de útero. Através desse exame muitas mulheres evitam previnem o aparecimento de certas doenças.

Quando Deve Ser Feito?

O exame Papanicolau deve ser feito por todas as mulheres com vida sexual ativa ou não, pelo menos uma vez ao ano. Após três exames anuas consecutivos normais, o teste de Papanicolau pode ser realizado com menor frequencia, podendo ser em mulheres de baixo risco até a cada três anos de acordo com o profissional de saúde.

Como é Feito?

O exame é feito através da colheita de material do colo uterino com uma espátula especial, sendo este material colocado em uma lamina e analisado por um citopatologista que pode ser um biomédico, farmacêutico, bioquímico ou médico ao microscópico.

Remédio Natural Para Impotência

A impotência sexual é um mal que tem atingindo homens no mundo inteiro, é um problema muito constrangedor. A impotência sexual é também conhecida como disfunção erétil. Atualmente, a vários medicamentos usados para combater a impotência sexual que até resolve o problema de muitas pessoas, mas causam muitos efeitos colaterais indesejáveis.

Para quem deseja combater a impotência sexual sem sofrer efeitos colaterais a alternativa é a utilização de remédios caseiros. Hoje darei dicas de alguns chás caseiros que com certeza irão te ajudar combatendo a impotência sexual.

Remédio Natural Para Impotência

1ª Dica

Chá de Alecrim, Chapéu de Couro e Catuaba o Ideal é Misturar 100G de Todas a Ervas e Colocar Para Ferver em Um 1 Litro de Água e Tomar 4 Xícaras Por Dia.

2ª Dica

Chá de Raiz de Catuaba, Faça o Chá e Tome 3 Xicaras Ao Longo do Dia.

3ª Dica

1 Xícara de Mel Abelhas, Uma Colher de Guaraná em Pó, 1 Colher de Folhas de Hortelã e 1 Colher de Ginseng em Pó, Misture Todos os Ingredientes Até Formar Uma Pasta Homogênea, Tome Uma Colher de Sopa Pela Manhã.

A impotência sexual é causada por vários fatores como: cirurgia, problemas vasculares, doenças nervosas, diabetes, doenças crônicas, problemas hormonais, o uso abusivo do álcool e do fumo e vários outros fatores. Não deixe de usufruir das dicas acima para que você possa ter uma vida mais saudável.

Saiba o Que é Síndrome de Kawasaki e Como Tratar

No mundo em que vivemos muitas pessoas são acometidas por doenças que às vezes nem se tem conhecimento de que doença se trata por não ser não tão popular. Um exemplo de doença que talvez não seja tão conhecida e a Síndrome de Kawasaki que acomete na maioria das vezes crianças abaixo dos 5 anos de idade.

Sobre a Síndrome de Kawasaki

A Síndrome de Kawasaki conhecida como doença de Kawasaki é uma vasculite que pode provocar aneurismas principalmente das artérias coronárias. Essa enfermidade envolve a boca, a pele e nódulos linfáticos. A causa da doença é desconhecida, mas seus sintomas forem reconhecidos logo as crianças com a doença podem se recuperar completamente em poucos dias.

Caso não haja o tratamento da doença a criança pode ser submetida a sérias complicações que podem envolver o coração. A doença foi descrita pela primeira vez pelo pediatra japonês Tomisaku Kawasaki, em 1967. O mesmo presenciou crianças com vermelhidão na boca e garganta, febre, manchas na pele, inchaço nos gânglios, mãos e pés.

Caso de Famosos

Dentre os casos da presença da doença em famosos posso citar o filho de John Travolta, de 16 anos, Jett que era portador da síndrome e veio a falecer em 2009 ao ter um ataque no banheiro do hotel Old Bahama Bay e bater e cabeça. Outro caso é o do filho do Backstreet Boy Brian Littrell, o Baylee Littrel que sofre desta doença.

Tratamento

O tratamento é feito a base de altas doses de imunoglobulina via endovenosa e aspirina pela via oral. Quando a febre desaparece, é administrado baixas doses de aspirina, durante alguns meses para evitar o aparecimento de coagulo e proteger o paciente contra lesão coronariana. Deve se ficar com os sintomas dessa síndrome para que possa ser tratada com rapidez.