Fazer Denúncia Anônima ao Ministério do Trabalho

Fazer Denúncia Anônima ao Ministério do Trabalho. O Ministério do Trabalho e Emprego é um ministério do governo do Brasil. É de competência do MTE a geração de emprego e renda e de apoio ao trabalhador, política e diretrizes para a modernização das relações do trabalho, fiscalização do trabalho, inclusive do trabalho portuário, bem como aplicação das sanções previstas em normas legais ou coletivas.

Fazer Denúncia Anônima ao Ministério do Trabalho
Fazer Denúncia Anônima ao Ministério do Trabalho

E ainda política salarial, formação e desenvolvimento profissional, segurança e saúde no trabalho, política de imigração e cooperativismo e associativismos urbanos. O atual ministro do Trabalho é Paulo Roberto dos Santos Pinto. A informação de RAIS dos empregadores brasileiros é solicitada anualmente pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

Fazer Denúncia Anônima ao Ministério do Trabalho

Muitas pessoas têm vontade de fazer uma denúncia anônima de empresas que explora seus funcionários, mas tem medo de ser identificado por temer a represarias. Mesmo com a abolição da escravidão através da lei áurea, muitas empresas escravizam seus funcionários fazendo com que eles trabalhem várias horas por dia sem ter direito a hora extra.

Para fazer uma denúncia anônima é muito simples acesse o site http://www.mte.gov.br/ouvidoria do Ministério do Trabalho, ao abrir a pagina é só clicar na opção abaixo: registre e consulte aqui sua mensagem para ouvidoria, feito isso escolha a forma de resposta e tipo de usuário, nessa opção você deverá escolher a opção anônimo se não quiser se identificar e em seguida é só enviar sua mensagem.


19 comentários em “Fazer Denúncia Anônima ao Ministério do Trabalho”

  1. jovem reclama estar trabalhando com fome pois foi
    cortado dos funcionários de todas as lojas gecepel seus 15min. de intervalo
    isso é um absurdo, e os coitados não reclamam com medo
    de perder o emprego.

    Responder
  2. eu quero as minhas ferias , o que devo fazer quando o patrão não da?

    Responder
  3. ola trabalho em uma loja em fazenda rio grande pr no dia 21 de abril sera o feriado mas só a loja,em que eu trabalho abrira gostaria de saber se isso pode aconteçer,ja que as outras lojas estarão fechadas existe algum tipo de punição quanto a essa questão.
    só mais coisa vamos trabalhar as horas normais sem ser 100%.pode isso obrigada

    Responder
  4. a empresa em que eu trabalho “usina cucau do grupo ziuahtanejo do brasil”
    situada em pernambuco municipio de rio formoso, não faz deposito de FGTS,
    estou com quatro anos de serviço , e todos os meus colegas de serviço estão
    na mesma situação, e inclusive estamos de ferias desde o dia 01-04-12 hoje
    e 17-04-12 e não recebemos nada, estamos com a promessa de receber apenas a
    metade, e o restante quando voltamos a trabalhar, o sindicato não nos ajuda
    so engana e os fiscais quando aparecem da uma volta na empresa e depois vão
    ao escritorio recebem o calaboca (propina) e vão embora.
    Por favor mande fiscais honesto para nos ajudar, pois estamos sozinhos. Se
    querem provas das irregularidades da empresa procurem os saldo do FGTS dos
    funcionarios e a data do deposito das ferias dos mesmos. Se investigar a
    empresa encontrarar mas irregularidades… obrigado

    Responder
  5. eu faço uma carga horaria semanal de 52h e em 2anos de carteira assinada nunca fui remunerado por isso. O que devo fazer em relação a isso?!

    Responder
  6. denuncia!!há necesidade de uma forte investigação na policlinica regional do largo da batalha..pessoas contratadas trabalham sem direito algum..algumas são mantidas como se tivessem dois vínculo recebem um salário e outro fica para a casa como uma especie de caixa 2..trabalham sem nenhuma segurança e parece até que há uma existencia de funcionário fantasma,como médicos enfermeiros e etc..

    Responder
  7. denuncia!!há necesidade de uma forte investigação na policlinica regional do largo da batalha..pessoas contratadas trabalham sem direito algum..algumas são mantidas como se tivessem dois vínculo recebem um salário e outro fica para a casa como uma especie de caixa 2..trabalham sem nenhuma segurança e parece até que há uma existencia de funcionário fantasma,como médicos enfermeiros e etc..

    Responder
  8. trabalho como porteiro em escala 5×1 mas a convençaõ do sindicato fala qua a escala tem que ser 12×36 acontece que a empresa paga por fora,como faço para que um fical nos ajude ja que somos em muitos funcionarios, e tambem percebo uma conivencia por parte dos clientes ja que fica mais barato para eles;fica bom para a empresa tercerizada para o cliente e nós acabamos lesados.

    Responder
  9. GOSTARIA DE DENUNCIAR A EMPRESA ROTA INDUSTRIA DE PERFILADOS DE ALUMINIO LTD NÃO PAGA INSALUBRIDADE POIS OS OPERADORES TRABALHAM COM SERRAS PERIGOSAS SEM PROTEÇÃO, NÃO GANHAM INSALUBRIDADE, nem pericolosidade e isso ocasionou a amputação da mão de um colaborador no dia 07/08,e iremos trabalhar dia sete de setembro sem ganhar horas extras e isso com o apoio do sindicato ate quando isso vai ficar impune GOSTARIA DE ALGUMA RESPOSTA SE ISTO VAI SER AVERIGUADO E INVESTIGADO GOSTARIA DE UMA RESPOSTA EM MEU EMAIL AGUARDO ANCIOSAMENTE ABAIXO MANDO OENDEREÇO DA EMPRESA DENUNCIADA

    ROTA INDUSTRIA LTDA CNPJ76.245.968/0001-40

    BR369KM166 cambé cep86192-170

    ass:EDSON DA SILVA LUIZ

    ESTA É UMA COPIA DA DENUNCIA QUE ACABEI DE FAZER AO MINISTERIO DO TRABALHO

    Responder
    • TELEFONE DESTA EMPRESA (43)31741000

  10. estou denunciando os chinese que tem lojas,na rua florencio de abrel eles nao tem condiÇao de contrata funcionario,pagam o salario muito pouco nao dao vale transporte e nem vale refeiçao..muitos funcionario trabalhao sem carteira assinada..isso e uma pouca vegonha como eles tratam os brasileiro..o serviço e bastante pesado carregar caixa em carinho e ganha muito pouco.isso tem que muda eles tem que paga tudo que os fucionario tem direito…
    as lojas deles se encontram em predios,a maioria dos predios da florencio de abrel

    Responder
  11. oi moro em mato grosso e tem uma empresa por nome provise que diz ser de são paulo que contratou funcionarios aqui e não esta pagando os funcionarios e eu ouvi dizer que ela não é cadastrada no ministério daqui peço que o ministério de são paulo resolva o problema

    Responder
  12. olá, morro em são josé dos campos, fui a um salão de beleza da senhora Delfina no shoping Faro no centro da cidade, presencie neste fim de semana que a patroa esplora seus funcionarios que não tem carteira fichada, entrão as 9horas, não tem horario de almoço, e saem aas 9, 10 horas da noite. depende do movimento. fui maltratada pela dona e estou indiguinada com a situação de seus funcionarios. isso não pode continuar.

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.