Tudo sobre o Feirão da Caixa; Financiamento da Casa Própria

Você que sempre quis fazer o financiamento de uma casa, apartamento ou imóvel pela CAIXA, pode ser a oportunidade de ir até um daqueles FEIRÃO DA CAIXA que acontece todo ano. Neste artigo vamos analisar porque é bem melhor visitar estes eventos para financiamentos.

Antes vamos falar das facilidades de contratar um financiamento no Feirão da Caixa. Entre muitos está a disponibilidade que os bancos oferecem em apenas um local, o que facilita para que o cliente possa sair da banca com o seu documento de autorização de compra do imóvel.

Os documentos necessários para que você possa fechar o contrato de financiamento de casa pelo Feirão da CAIXA são:

  • RG,
  • CPF,
  • Comprovante de renda,
  • Comprovante de residência.
Campanha do Feirão da Caixa
Campanha do Feirão da Caixa

Lembrando que o “Comprovante de Renda” pode se dar de diversas formas, como por exemplo a comprovação através de depósitos periódicos em sua conta, que se for da CAIXA ECONÔMICA FEDERAL deve ser de ao menos 3 meses, mas se for de outro banco, você terá que trazer os comprovantes e para segurança, é bom que você leve para o Feirão, para que tudo dê certo, ao menos 6 meses de estratos bancários.

Assim, se você é autônomo, será melhor que você tenha renda comprovada por meio de depósitos bancários. Outra forma é a DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA, que também pode ser bem recebido pela equipe que analisa os seus dados.

Para você que trabalha, tem carteira assinada, mas não possui uma renda que chegue ao menos em 1.300,00 Reais, terá que juntar sua renda ao de seus familiáres. Pode ser irmão, pai, mãe ou uma pessoa com quem você vive que comprove união estável.

É importante que para cada pessoa que você leve para somar as rendas, você leve os documentos para o Feirão da Caixa de modo que tudo possa ser analisado, comprovado e autorizado no ato.

Para comprar sua casa no Feirão da caixa você deve seguir alguns passos.

  1. Primeiro passo: Simulação e informações gerais; A CAIXA oferece o financiamento que mais combina com sua renda. Para isso, é importante que você esteja preparado. Simule quanto ficaria a compra do seu imóvel e quanto você pagará por mês e terminará pagando com as prestações decrescentes.
  2. Documentos e análise de crédito: Vá até o FEIRÃO na sua cidade ou até a agência da CAIXA  e fale com um dos gerentes do banco. Entregue os documentos necessários para fazer sua análise e saber o valor máximo que seu financiamento pode ter. Se você quer usar os recursos do seu FGTS para ajudar no pagamento do seu imóvel, avise o gerente.
  3. Análise do Imóvel: Depois de ter seu crédito aprovado e saber qual o valor máximo do seu financiamento, é só escolher o imóvel que quiser e apresentar a documentação necessária do imóvel. Para sua segurança, ele vai avaliar o imóvel com engenheiros especializados e a documentação do proprietário do imóvel. Assim, fica mais fácil saber qual é o financiamento mais adequado.
  4. Assinatura do contrato e liberação do dinheiro. Depois de assinado, o contrato deve ser registrado. Este processo é feito no Cartório do Registro de Imóveis da sua localidade. Só depois disso é que o dinheiro e os recursos do FGTS serão liberados para o vendedor.
Foto do Site do Feirão da Caixa
Foto do Site do Feirão da Caixa

Com essa linha de crédito da CAIXA, você usa os recursos do seu FGTS para financiar até 100% da sua casa nova e tem até 30 anos para pagar. Para que você tenha as condições de financiar o imóvel, é bom que você atenda os seguintes requisitos:

  • ser brasileiro;
  • ser estrangeiro com visto permanente;
  • ser maior de 18 anos ou emancipado;
  • ter capacidade civil;
  • ter idoneidade cadastral (nome limpo);
  • ter capacidade de pagamento;
  • não ter um imóvel onde mora;
  • não ser comprador de um imóvel;
  • não ter recebido desconto pelo FGTS;
  • sua idade e o prazo de pagamento não podem passar 80 anos.

Dependendo do valor do imóvel, você pode usar os recursos do seu FGTS e ter acesso a linhas subsidiadas que, inclusive, possuem prestações que diminuem com o tempo: http://www.feirao.caixa.gov.br/