Gastrite e os Alimentos que devem ser evitados

Sabe aquela dor chata no estomago, que ora pode se manifestar igual a uma azia ou queimação – Pois bem, você pode estar com gastrite. As gastrites podem ser agudas ou crônicas. E realmente são incomodas, principalmente após algumas extravagâncias.

Tratamento de GastriteUma gastrite é uma inflamação do epitélio estomacal, muitas vezes, tem diferente significado para os leigos e para os médicos, o certo é que o público, freqüentemente, usa o termo gastrite como queixa, representando vários desconfortos relacionados com o aparelho digestivo.

No entanto o diagnostico mesmo deve ser feito pelo médico, que após examinar o paciente e fazer os exames necessários, conclui que existe gastrite, só assim você deve se ater a alimentos ou maus hábitos que podem complicá-la.

Outra coisa interessante é saber que muitas vezes ela existe sem sintomas e outras vezes em que não existe significado clínico destacável. No entanto é certo que algumas considerações não podem deixar de serem seguidas por aqueles que há possuem.

Você sabia que quem possui gastrite podem ter sintomas como fraqueza, fardência da língua (glossite), irritação dos cantos dos lábios (comissurite), diarréia, dor e queimação no abdômen, nauses, vômitos, azia, sangramento digestivo, nos casos complicados, demonstrado pela evacuação de fezes pretas, entre outros simtomas.

Cuidados com a Gastrite

Ora, boa parte das recomendações é que se evite o uso de medicações irritativas como os antiinflamatórios e a aspirina. Outro uso comum é o famoso eno, sal de fruta, e antiácidos pois eles não aliviam nem curam gastrite, além de só servirem para indigestão.

Evitar o abuso de bebidas alcoólicas e do fumo. Existem controvérsias quanto ao hábito da ingestão de café e chá preto influir nas gastrites, por isso o seu consumo deverá depender da tolerância individual.

Alimentos que devem ser evitados:

– Alimentos gordurosos e frituras em geral
– Frutas ácidas (laranja, abacaxi, limão, morango, damasco, pêssego, cereja, kiwi)
– Temperos (vinagre, pimenta, molho inglês, massa de tomate, molhos industrializados, ketchup, mostarda, caldos concentrados, molho tártaro), picles

– Doces concentrados (goiabada, marmelada, doce de leite, cocada, pé-de-moleque, geléia, compotas)
– Frutas secas e cristalizadas
– Frutas oleaginosas (nozes, avelã, coco, amêndoa, castanha de caju e do Pará, amendoim, pistache)
– Feijão e outras leguminosas
– Pepino, tomate, couve, couve-flor, brócolis, repolho, pimentão, nabo, rabanete
– Café, chá preto, mate e chocolate
– Lingüiça, salsicha , patês, mortadela, presunto, bacon, carne de porco, carnes gordas, alimentos enlatados e em conserva
– Bebidas alcoólicas e gasosas

Até Mais…

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *